tudo que eu deixei pra trás

sábado, 4 de julho de 2009

o outro lado.

Sempre foi fácil me descrever momentâneamente, como agora: me sinto dolorida por dentro, ardência nas narinas, me falta o ar por dentro. Minha cabeça ecôa, e dói.
Difícil é descrever as sensações internas, as do coração.
A vontade que eu sinto de largar tudo e viver só por uma pessoa, mas por quem? Entregar meu coração, minha vida e minha alma para uma única pessoa que possa me proteger de todo o mal que possam me causar, que me faça feliz e que seja como o oxigênio que circula pelos meus pulmões. E, em troca, te cuidarei, te enxerei com todo meu amor - o sentimento mais puro e magnífico que possuo.
Encontrar alguém disposto a dividir comigo seus sonhos, planos e ideais é uma tarefa árdua e que só será concluída se existir fé e força de vontade. Não me abater pelas quedas, pular barreiras e destruir obstáculos.

Eu não preciso procurar em terras longíquas aqueles que irá me completar de todas as formas - como dizem por aí, a felicidade mora ao lado. É só uma questão de visão (...)

Um comentário:

  1. tem um selinho pra vc no meu blog:www.comando-pink.blogspot.com

    ResponderExcluir